Translate

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Publicidades Mazda6

Passou praticamente 1 ano desde o restyle ao Mazda6 que lhe vai permitir manter-se no mercado mais uns tempos. Através dos spots publicitários Australiano e Europeu relembramos quais foram as atualizações a este importante modelo.



quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Briefing sobre eletrificação e conetividade

A Mazda partilhou mais alguns detalhes da estratégia de eletrificação e conetividade no âmbito do seu plano estratégico apresentado em Agosto do ano passado.

No campo da eletrificação, a Mazda anuncia que irá lançar 2 modelos elétricos em algumas regiões onde a produção de eletricidade é mais barata mas mantém o que tem defendido: os motores a combustão ainda vão andar por aí muito tempo. A imagem seguinte apesar de legendada em Japonês é fácil de perceber. Em 2030 a percentagem de veículos Mazda a usar motor a combustão, ainda que com algum nível de eletrificação (híbridos), será de 95% ficando reservados para os totalmente elétricos apenas 5% da produção.


Quando a Mazda fala em motores, o interesse vai imediatamente para o motor rotativo. Desta vez não foi exceção com as publicações especializadas a destacarem imediatamente o re-aparecimento do motor rotativo mas apenas como extensor de autonomia.

A ideia não é nova nem sequer recente. Já aqui apresentámos um artigo sobre um Mazda2 adaptado com extensor de autonomia. Estávamos em 2013! Recentemente tivemos informação que este pequeno bloco terá sido patenteado. O "rotary powered range extender" é apresentado como sendo "pequeno, leve e extremamente silencioso". 

Este extensor Wankel pode funcionar com vários tipos de combustível inclusive gás tendo sido apresentado na imagem seguinte como um gerador de energia caseiro em caso de necessidade.




A aposta nos motores a combustão é portanto para continuar com o presidente da Mazda, Akira Marumoto, a anunciar o lançamento de um modelo com motor Skyactiv-X no salão de Los Angeles marcado para 30 de Novembro. Certamente estamos a falar da apresentação do novo Mazda3.

No que diz respeito à conetividade poucos detalhes foram apresentados mas a Mazda aponta como um dos objetivos minimizar o isolamento social pela promoção da partilha de experiências à volta dos automóveis.

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Passeio virtual de MX-5 RF

Em pleno Agosto vamos dar um passeio no carro do Verão por excelência, o MX-5 RF usando a tecnologia de Realidade Virtual (VR em inglês). Use o rato para rodar 360º dentro da viatura ou utilize um telemóvel para que o movimento do mesmo vá mudando a perspectiva.

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Peças Mazda usadas pela Aston Martin

Só um olhar atento as conseguiria identificar mas depois de as vermos percebemos que estiveram sempre diante dos nossos olhos.

De entre as muitas peças partilhadas entre o Aston Martin DB7 e outras marcas hoje destacamos as seguintes:
  • Puxador da porta - Mazda MX-5
MX-5
DB7

  • Farolim traseiro - Mazda 323F BG
323F
DB7

As peças não são apenas semelhantes. São na verdade as mesmas peças numa partilha promovida pelo grupo Ford que na altura detinha a Aston Martin e 33% da Mazda. Nos anos 90, a Aston Martin vivia tempos difíceis e o DB7 foi o modelo lançado com o objetivo de relançar a marca. O tempo viria a mostrar que esse objetivo fora alcançado.

Não é novidade que na industria automóvel muitas peças são partilhadas por vezes provenientes das origens mais improváveis. Foi assim que um Aston Martin ganhou "um quê" de Mazda.

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Notícias sobre emissões falseadas

No dia de ontem surgiram notícias de que a Mazda seria mais uma das marcas que mente nos testes de emissões poluentes. Os sites mais sensacionalistas imediatamente associaram a Mazda à VW, Mitsubishi entre outras que admitiram manipular os testes para obter melhores resultados.


Na verdade não foi isso que se passou com a Mazda que imediatamente se viu obrigada a esclarecer a situação. Existem de facto erros nos valores obtidos em alguns testes mas isso deveu-se a um erro na maneira como foram medidos. Tratou-se de uma falha num dos parâmetros de variação da velocidade que acabou por originar valores falsos.

Esta ação não foi regular nem intencional como noutros casos. Afetou uma pequena amostra dos testes que são feitos e nem sequer teve influência nas categorias de eficiência energética em que os modelos foram incluídos. A Mazda informa no entanto que vai arranjar mecanismos para que tal falha não volte a acontecer e se for o caso irá sancionar possíveis culpados pelo sucedido.

A eficiência dos motores a combustão da Mazda tem sido uma das suas bandeiras quando a maioria das marcas, para não dizer todas, se viraram para a propulsão elétrica. Não faria sentido estragar essa imagem num escândalo deste género. Ainda esta semana a marca anunciou uma parceria com a Saudi Aramco e a AIST, um instituto Japonês, para em conjunto darem mais uns passos na sua visão do poço-para-a-roda em alternativa à preocupação comum do tanque-para-a-roda. Em resumo pretende-se que a eficiência do combustível e a redução das emissões comece logo no desenvolvimento de um novo combustível e num motor que funcione com esse combustível.

sexta-feira, 13 de julho de 2018

sexta-feira, 29 de junho de 2018

50 milhões de veículos

No passado mês de Maio a Mazda assinalou 50 milhões de veículos produzidos no Japão. A cerimónia de comemoração teve lugar há um mês atrás na fábrica de Hofu embora Hiroshima seja o outro importante pólo para que se tenha chegado a este número.

Foram precisos 86 anos e 7 meses desde que o primeiro Mazda foi produzido: um dos triciclos motorizados em Outubro de 1931.

A história passa ainda pelo primeiro veículo de passageiros, o R360 Coupe em 1960.

Em 1982 começou a produção na fábrica de Hofu em Yamaguchi fábrica de onde saíu o veículo 50.000.000, um Mazda6.

Hoje em dia a produção não se faz só no Japão mas também na Tailândia, China, Vietname, Rússia, Irão e em breve Argélia entre outros. Ao nosso mercado chegam já muitas unidades de origem Mexicana (Ver mais aqui). Estas fábricas seguem os padrões japoneses tendo os mesmos processos e controlo de qualidade. Também em breve os EUA terão uma fábrica fruto da parceria Mazda-Toyota (ver mais aqui).

A propósito de EUA, a Mazda North America Operations informou ontem publicamente que contestou a politica da administração Trump de taxação aos produtos importados em nome de todos os trabalhadores da Mazda naquele país e respectivos familiares.

Enquanto uns optam por dificultar a importação aos artigos vindos de fora aqui no Mazda Notícias continuamos a preferir os modelos produzidos na casa mãe e por isso deixamos o vídeo seguinte da fábrica Ujina em Hiroshima que percorre as diferentes fases de produção.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Novo Mazda Familia Van

A nova versão do Mazda Familia Van foi ontem lançada. Após anos sucessivos tendo como base o Nissan NV150 AD...


....a nova versão decorre da parceria entre Mazda e Toyota passando o Familia Van a nascer do Toyota Probox/Succeed.


De seguida ficam as imagens deste novo modelo de utilização comercial e que como habitualmente se manterá acessível apenas no Japão.



O interior é minimalista uma vez que se trata de um carro de trabalho mas no que toca à segurança possui vários sistemas habitualmente presentes nos veículos de passageiros dos quais se destaca o radar de assistência à travagem de emergência.