Translate

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Mazda2 eléctrico "by rotary engine"

O Mazda2 eléctrico (Demio EV) já está disponível por arrendamento no Japão há cerca de 1 ano mas 7 em 10 utilizadores desse modelo, 100% movido a baterias, queixa-se da baixa autonomia de 200kms apesar das possibilidades de carregamento rápido.



Muitas marcas têm resolvido este problema com extensores de autonomia. A BMW, por exemplo, utiliza no i3 o motor de uma mota. A Mazda não ficou para trás no seu desenvolvimento de tecnologias eléctricas tendo aproveitado também todo o know-how em motores rotativos. O protótipo agora apresentado, o Mazda Demio TPEV, utiliza um motor rotativo exclusivamente para recarregar as baterias aumentando assim a sua autonomia.





Por fora estamos perante um Mazda2 como qualquer outro notando-se apenas no para-choques traseiro um ligeiro acrescento pois é aí que fica alojado o motor rotativo junto com o deposito de combustível de 9 litros. Tudo isto reduzindo muito pouco à capacidade de mala habitual do Mazda2.



O motor Wankel de apenas 1 êmbolo tem 330cc de cilindrada e duplica a autonomia do Demio de 200 para 400kms com um consumo de combustível de 2,25L/100kms. Na semana passada citámos a What Car que dizia que a Mazda estaria a preparar um concorrente do BMW i8 e que esse modelo iria usar precisamente a tecnologia demonstrada neste Demio TPEV. De facto é mais provável que seja assim que a Mazda volte a utilizar a tecnologia Wankel nos próximos anos do que num modelo como o RX-7 ou RX-8.

Saindo agora da esfera dos automóveis, que tal um gerador portátil com motor rotativo para a casa ou para o campismo?

Sem comentários:

Publicar um comentário